Detail img
Detail img
  • 14 Jul / 2023

O que muda com a nova NFS-e Padrão Nacional?

A NFS-e Padrão Nacional é um documento digital que possui validade legal acerca das notas fiscais de serviços.

NFS-e foi criada com intuito de padronizar em todo país as transmissões de arquivos que devem chegar até a Receita Federal para serem apurados.

Apesar de já existir outros sistemas de padronização de notas fiscais, o NFS-e é um serviço novo para quem deseja ou precisa emitir Nota fiscal de serviços.

Para entender mais como funciona a nova NFS-e Padrão Nacional, prossiga com a leitura até o fim.

NFS-e: o que é e como funciona?


Todo micro empresário ou autônomo que deseje obter a formalidade de seus serviços, deve emitir nota fiscal.

A nota fiscal de serviços no Padrão Nacional tem como objetivo promover a credibilidade e segurança da pessoa ou empresa que esteja prestando um serviço.

O empreendedor preenche o documento de forma simplificada e totalmente gratuita com os seus dados pessoais diretamente pelo site da receita federal ou da prefeitura do município do contribuinte.

O que mudou na emissão da NFS-e Padrão Nacional?


A principal mudança foi justamente diminuir a burocracia para os microempresários poderem se formalizar em suas profissões.

Com isso, o processo de emissão de notas fiscais padrão nacional se torna extremamente prático e facilitador.

Visto que os contribuintes estão dispensados de ter que se deslocar até a prefeitura do município.

Objetivo é que o governo tenha um controle maior sobre o que circula no país em operações onde serviços são prestados.

Sobretudo, nos impostos que cada uma dessas operações incidem. Dessa maneira há a contabilização mais assertiva no que diz respeito à arrecadação de impostos.

Por que foi criado um padrão de Nota Fiscal de serviços?


O principal objetivo de ter sido criado um padrão para emissão de notas fiscais de serviço, é justamente poder centralizar e controlar as operações dos emitentes.

A padronização de notas permite um maior controle das operações e também fiscaliza contribuintes com pendências de impostos.

Outro fator a ser considerado é que a padronização da NFS-e é facilitar para que micro empresários e empresas tenham mais facilidade em contabilizar os seus serviços.

Conte com a Contec!


Com as novas mudanças constantes do país, a NFS-e Padrão Nacional veio para desburocratizar a facilitar a vida dos empreendedores;

Sendo assim, mais empreendedores poderão emitir suas notas a praticidade do ambiente digital, reduzindo empecilhos e aumentando a segurança das informações transmitidas.

Por ser uma medida nova em transição no Brasil, é fundamental que empresas e Pessoas Físicas tenham a orientação de um contador.

Conte com a Contec Contabilidade para ajudar o seu negócio a estar sempre em dia com a lei

Obs: Em face da Resolução CGSN nº 172/2023, a obrigatoriedade da NFS-e Padrão Nacional do MEI (Microempreendedor Individual) que prestar serviços submetidos à incidência do ISSQN foi prorrogada para 01/09/2023.

Outras Notícias